fbpx
41 99195.8999 [email protected] CONTATO

Por: Fabiana Roveda Nery, Kátia Cristina Ugolini Mugnol, Vivian Bertoni Xavier, Vera Lucia dos Santos Alves

Resumo

O treinamento físico vem se mostrando efetivo para minimizar as consequências deletérias do processo de envelhecimento, porém o Pilates, ainda não foi foco de estudos controlados em idosos, assim, objetivamos avaliar o impacto do método Pilates na qualidade de vida de indivíduos na terceira idade. Participaram deste estudo prospectivo e randomizado, 44 voluntários, acima de 60 anos, de ambos os sexos, divididos em dois grupos: controle (22 idosos que não realizaram exercícios) e intervenção (22 idosos que realizaram um protocolo constituído por exercícios com o método Pilates). O protocolo no grupo intervenção foi aplicado por um fisioterapeuta, duas vezes por semana, com sessões de 60 minutos mantidas por dois meses. Para análise da qualidade de vida foi aplicado antes e após o protocolo os questionários WHOQOL-BREF e OLD em ambos os grupos. Após a realização dos dois meses de protocolo podemos observar o aumento da pontuação de todos os domínios dos questionários de qualidade de vida no grupo de intervenção concluindo que o protocolo pode ser um produto importante influenciando positivamente a qualidade de vida da população idosa submetida ao método Pilates.

Confira o artigo completo em:
https://seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/50051